Surto de febre amarela chega ao fim no Brasil 14 set 2017

O Ministério da Saúde anunciou o fim do surto de febre amarela no Brasil. O novo boletim epidemiológico informa que o último caso foi registrado em junho. Foram 777 casos confirmados e 261 mortes por febre amarela. O início do surto foi em dezembro de 2016, encerrando em agosto deste ano.
Segundo o Ministério da Saúde, foram enviadas cerca de 37 milhões de doses das vacinas para todos os estados brasileiros durante este ano. De acordo com o boletim, a região Sudeste, principalmente Minas Gerais, concentrou a maioria dos casos da doença durante o período, com 764 casos confirmados. O diretor de vigilância das doenças transmissíveis do Ministério da Saúde, afirma que o fim do surto só foi possível com o fim da sazonalidade da doença e as ações de vigilância bem sucedidas. Porém, ressalta que as ações efetivadas não podem ser encerradas. A prevenção, o controle e a capacitação de profissionais da área da saúde são necessárias a todo o tempo.

Sobre a Vacina

O Ministério da Saúde dispõe a vacina para todos que moram ou viajam para as áreas com a recomendação de vacinação. Quem já foi vacinado contra a febre amarela não precisa reforçar a dose.
A vacina é contraindicada para pessoas que tenham reação alérgica grave a ovos, para bebês menores de 6 meses e pessoas imunossuprimidas.

Influenza

Outro balanço apresentado pelo Ministério da Saúde foi sobre os casos de influenza. Neste ano, o número de casos foi reduzido em 81% em relação ao ano passado. Aproximadamente 52 milhões de pessoas se vacinaram contra a influenza. Resultando em uma baixa circulação da doença no país em 2017.

Vacine-se

Mantenha em dia o seu cartão de vacina. O Sistema Único de Saúde(SUS) dispõe de várias vacinas gratuitas que podem controlar e prevenir diversas doenças. Elas estabelecem defesas contra agentes causadores de doenças, estimulando nosso organismo a produzir anticorpos e se tornar resistente.