Outubro Rosa: câncer de mama ainda tem taxa de mortalidade elevada no Brasil 03 out 2017

Iniciamos o mês de outubro e com ele chega uma grande reflexão e mobilização para conscientizar as pessoas contra o câncer de mama: o outubro rosa. O movimento tem como objetivo ressaltar a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer, que acomete cerca de 60 mil novas mulheres por ano no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca).
O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da própria mama que formam um tumor. Seu desenvolvimento pode ocorrer de forma lenta e silenciosa. Um dos fatores que aumentam o risco da enfermidade é a idade, quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. Fatores genéticos e hereditários também são considerados como aumento de risco. É de extrema importância que ele seja detectado em fase inicial, pois há mais chance de tratamento e cura.
O Inca informa que, quando descoberto no início, há 95% de probabilidade de cura. A doença é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo entre as mulheres. No Brasil, as taxas de mortalidade por ele são elevadas. Por isso, o autoexame das mamas e mamografia são essenciais e devem fazer parte da rotina feminina.
Reforçar e enfatizar que as mulheres conheçam sua mama é necessário. Na maioria dos casos, a descoberta da doença é feita pelas próprias mulheres ao realizar o autoexame de toque nos seios. É importante estar em alerta às alterações suspeitas. O tratamento depende do desenvolvimento do tumor e pode incluir quimioterapia, radioterapia e cirurgia.

câncer de mama

Sintomas
Apesar do câncer de mama, na maioria das vezes, ser uma doença silenciosa é possível que as mulheres notem algumas mudanças no corpo. Um dos sintomas que podem ser descobertos por meio do autoexame é um nódulo fixo, enrijecido e geralmente indolor. A pele da mama avermelhada, ou comprimida, alterações no bico do peito e pequenos nódulos localizados embaixo das axilas, ou no pescoço, também são fatores a serem considerados.
Mamografia
O Ministério da Saúde indica que a mamografia deve ser realizada a cada dois anos, para mulheres com a idade entre 50 e 69 anos. O exame pode identificar o câncer antes do surgimento de sintomas. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta gratuitamente o exame de mamografia para as mulheres brasileiras de todas as faixas etárias.

Campanha Outubro Rosa

A campanha “Outubro Rosa” alerta para a necessidade do diagnóstico precoce da doença, em busca de prevenção e o aumento da taxa de cura. O movimento ocorre internacionalmente durante o mês de outubro, com ações que visam disseminar informações sobre acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento. Durante todo o período é comum ver espaços, monumentos e ruas decoradas ou iluminadas com a cor rosa.
No Brasil, o primeiro sinal do movimento aconteceu em outubro de 2002, quando o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, foi iluminado com a cor. Com o passar dos anos o movimento foi ganhando mais força e hoje está presente em todos os estados do país.