Ministério da Saúde adota dose única na vacina contra Febre Amarela 11 abr 2017

Você tomou apenas uma dose da vacina contra a febre amarela e está preocupado com a segunda dose? Fique tranquilo, essa medida não é mais necessária. A partir desta semana, o Ministério da Saúde (MS) passou a adotar dose única da vacina contra a febre amarela para as áreas com recomendação de vacinação em todo o país. A medida está de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).
Além da eliminação da segunda dose, o MS anunciou ainda que está preparando a rede pública para um possível fracionamento das doses da vacina. A medida servirá para conter a expansão da doença nas regiões metropolitanas que precisarem de bloqueio e tem caráter preventivo.

Esta estratégia é utilizada quando há aumento de casos de febre amarela silvestre de forma intensa, com risco de expansão da doença em cidades com elevado índice populacional, mas que não têm recomendação permanente para vacinação. O MS reforçou que a dose fracionada é tão eficaz quanto a vacina na dose-padrão. A única diferença é o tempo de proteção de, pelo menos, um ano.
Não deixe de vacinar, Congonhas está investigando uma epizootia (doença que ocorre em uma população animal) de primatas não humanos por febre amarela).