Hospital Bom Jesus será beneficiado com um tomógrafo 30 nov 2017

Mais um ganho para o Hospital Bom Jesus. Em breve, a instituição contará com um tomógrafo para a realização de exames, beneficiando ainda mais a população de Congonhas e região.
Nessa terça-feira (28), o Ministério Público Federal, junto a Ferrous Resource do Brasil, aprovou o recurso da ordem de R$ 1.290.683,35 para a aquisição do aparelho, após a assinatura do Termo Aditivo ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Essa conquista faz parte da junção de esforços da Comissão Interventora do Hospital Bom Jesus, do Instituto Laborare, que operacionaliza a gestão da entidade, e a Prefeitura Municipal.

IMG_0181
Hospital Bom Jesus vai receber a aquisição de um tomógrafo

Segundo o documento, fundamentado nas diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), ao menos 60% do serviço prestado pelo tomógrafo deve ser ofertado a pacientes do SUS.
O prazo para a entrega do tomógrafo é de 3 meses, contados assim que o espaço para a instalação do equipamento for disponibilizado. O espaço faz parte do Projeto UTI e tem 15 meses para estar corretamente adaptado e preparado para receber o equipamento. As obras do projetos estão previstas para iniciar em janeiro do próximo ano. Agora em dezembro, será publicado o edital que abre o processo de contratação da empresa responsável pelo empreendimento. O Projeto UTI contempla a construção de um prédio anexo ao Hospital Bom Jesus, com 10 leitos de Terapia Intensiva, centro e imagens e 4 novas salas de cirurgia.
Tiago Lucas, Diretor do Instituto Laborare, ressaltou a importância desta aquisição para o Hospital Bom Jesus, apontando a consolidação da entidade enquanto referência de atendimentos de Urgência e Emergência para os municípios da Região e transição da instituição para a alta complexidade, abrindo a possibilidade para requerimento de novos recursos junto ao Estado e a União.
IMG_0182
A procuradora da República, Dra. Laene Pevidor, na ocasião de assinatura do termo, solicitou o empenho de todos os envolvidos para cumprimento dos prazos apontados pelo termo aditivo TAC.
Durante a solenidade, o promotor de Justiça do CAO-SAÚDE, Dr. Gilmar de Assis, demonstrou seu posicionamento em favor de  Congonhas e Conselheiro Lafaiete, enquanto polos da Região de Saúde. Para ele, a região precisa estar sempre sob o olhar atento do Poder Público. “Este tomógrafo vem como que um reconhecimento do papel do Hospital Bom Jesus na Rede de Urgência, e de forma bem feita.”
São inúmeros os benefícios que a população vai receber com este novo projeto. O prefeito de Congonhas, Zelinho, afirmou o quão importante é a aquisição do tomógrafo: “Atualmente, os pacientes que necessitam fazer este exame têm que se deslocar para Conselheiro Lafaiete,  o que, segundo os médicos, aumenta o risco em casos complexos, como é o caso do Acidente Vascular Cerebral (AVC). Nestes casos, o atendimento ao paciente será realizado mais rapidamente e no próprio Hospital”.
IMG_0185
Termo aditivo foi assinado nessa terça-feira

O Projeto UTI, que visa a criação dessa nova área do HBJ já foi aprovado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), órgão voltado para a preservação do patrimônio cultural das cidades históricas.