Hospital Bom Jesus aumenta o número de partos normais 13 jun 2017

O Hospital Bom Jesus de Congonhas (HBJ) comemora o aumento de partos normais e uma redução significativa de cesarianas. Em 2017, o mês de janeiro comparado a maio, o HBJ aumentou em aproximadamente 30% o número de partos normais.
A atuação da Enfermagem Obstétrica é um dos pilares do processo de humanização do parto. A assistência dessas profissionais durante o trabalho de parto está associada ao aumento dos índices de partos normais e redução das intervenções.

“A obstetrícia significa estar ao lado antes, durante e pós-parto, possibilitando que as mães fiquem mais confiantes para aceitar o parto normal ou natural”, esclarece a enfermeira obstetra do Hospital Bom Jesus de Congonhas, Juscelina Viana.

O parto humanizado pode ser normal, natural ou pode ser uma cesárea. Ser humanizado é respeitar a mulher, como um ser com especificidades, é não aplicar métodos e padrões indiscriminadamente, individualizando a assistência para cada uma, de acordo com a sua necessidade.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nascimento de bebê é um ato natural. O parto é um processo fisiológico que requer pouca intervenção, se tudo estiver bem com mãe e com a criança. Já a cesárea, cirurgia de médio porte, é recomendada em casos de complicações para a mulher e para o bebê e necessita, portanto, de indicação médica. Conforme a OMS, o índice aceitável de cesarianas fica em torno de 15%.
Uma das medidas anunciadas em março de 2017, pelo Ministério da Saúde, é o conjunto de diretrizes para o parto normal no Brasil, baseadas em evidência científica. O novo protocolo, batizado de Diretriz do Parto Normal, é resultado de discussões realizadas em 2015 por integrantes de associações médicas e representantes da sociedade civil.
O documento aponta 200 recomendações, que vão desde técnicas para aliviar a dor, como massagens e banhos quentes, até a contraindicação da manobra Kristeller, em que o útero da mulher é pressionado para tentar auxiliar o nascimento. As medidas servem de estímulo para os partos humanizados.

Por que o parto normal é bom para o bebê

Segue o processo natural. O bebê nasce na hora certa, a não ser nos casos de prematuros. Outro beneficio é que o tórax do bebê é comprimido ao passar pelo canal de parto, o que faz com que ele expulse secreções das vias respiratórias, tornando-o mais adaptado a respirar, já que seu pulmão expande-se lentamente depois do parto.

Por que o parto normal é bom para a mãe

Além do benefício psicológico, a recuperação é mais rápida e as chances de complicações são menores, como, por exemplo, sangramentos ou infecções.