Hospital Bom Jesus alerta sobre o aumento de queimaduras no mês de junho 19 jun 2017

As festas juninas são tradicionais no Brasil. É uma época de comida farta, roupas coloridas, muita música, queima de fogos de artifício e rodas de fogueiras, mas é bom redobrar os cuidados para evitar acidentes. É justamente no mês de junho que aumenta o número de internações e mortes relacionadas à queima de fogos utilizados nas brincadeiras.
Segundo dados do Conselho Federal de Medicina (CFM), baseado em informações do Ministério da Saúde, de 2008 a 2016 ocorreram 4.577 internações de pacientes que se queimaram com artefatos explosivos. A média no país é 85 atendimentos só no mês de junho, o que corresponde a um terço do total de ocorrências anuais. O estado da Bahia lidera o número de acidentes, seguido de São Paulo e Minas Gerais.
Os fogos, quando não manipulados com segurança, podem causar mutilações nos dedos e na mão, queimaduras e outras sequelas graves e irreversíveis. Ás vezes, o explosivo é tão intenso que rompe o tímpano e a pessoa fica surda ou atinge a retina provocando a cegueira. Os acidentes podem ainda levar à morte. Nos últimos dez anos ocorreram mais de 100 mortes causados por queimaduras graves de fogos de artifício, segundo o levantamento do CFM.
No caso de acidentes, a recomendação é procurar um médico o mais rápido possível. Sempre que acontece uma queimadura, o ideal é deixar a região em água corrente e não aplicar nenhum remédio ou receita caseira sobre a pele. É importante procurar o serviço de saúde, pois, em muitos casos, o ferimento é pequeno, porém profundo, o que reforça a necessidade de um diagnóstico adequado e de um atendimento especializado.
Outra recomendação é não permitir que crianças sejam responsáveis ou façam parte do processo de soltar fogos ou acender fogueiras. E, se houver uma fogueira no evento, a distância mínima que deve ser mantida dos focos de fogo é de cinco metros. Além disso, manter materiais como álcool, fogos e brinquedos com pólvora, como os estalinhos, longe da criançada durante todo o ano.