HBJ realiza ações de prevenção e conscientização ao câncer de mama 20 out 2017

Neste mês de outubro, período de conscientização contra o Câncer de Mama, o Hospital Bom Jesus realizou diversas ações afim de disseminar informações e relembrar esse mal que acomete cerca de 60 mil novas mulheres por ano, no Brasil.
Como forma de efetivar a sua participação no mundialmente conhecido ‘Outubro Rosa’, diretores, colaboradores e demais envolvidos na rotina do HBJ, fixaram em seu vestuário um laço cor de rosa, que simboliza a luta contra esse tipo de câncer.
20-foto-laco
No dia 19 de outubro, data em que é celebrado o Dia Internacional Contra o Câncer de Mama, em conjunto com a CIPA, o hospital promoveu palestras aos seus colaboradores, visando esclarecer o público interno da instituição as maneiras de prevenir e combater a doença.
Luana Silveira, enfermeira do Hospital Bom Jesus que ministrou a palestra, alertou sobre a prevenção, os riscos, a importância da realização da mamografia e de observar o próprio corpo. “A mudança no tamanho do mama, vermelhidão da pele, secreção, inchaço, mudança na textura do seio, a inversão do mamilo e a dor constante da mama são alguns sinais de alerta”, afirma a profissional. Outro importante fato ao analisar essas alterações é diferencia-las de normalidades hormonais, como o período menstrual. É normal que a mulher fique com a mama inchada e dolorida nessa fase, mas é importante analisar a constâncias dessas alterações após o fluxo menstrual.
20-colaboradora
A cada cinco mulheres, quatro desenvolvem o câncer de mama acima de 50 anos, segundo o Instituo Nacional do Câncer (INCA). É preciso se atentar aos fatores de risco que estão relacionados a causa da doença. A qualidade de vida está no topo da lista, como o sobrepeso, má alimentação, ingestão excessiva de bebidas alcoólicas e exposição frequente a radiações. Os hábitos de vida saudáveis são essenciais para a prevenção. “No hospital alguns colaboradores lidam direto com a exposição de radiação, é preciso estar atento e utilizar de forma correta o Equipamento de Proteção Individual (EPI), pois ele é uma forma de prevenir contra esse tipo de fator’, ressalta Luana.
As palestras conscientizaram cerca de 50 colaboradores do Hospital, levando conhecimento, informação e esclarecendo dúvidas tanto do público feminino, quanto masculino. Segundo o Ministério da Saúde, 1% dos homens podem desenvolver o Câncer de Mama ao longo da vida, com os mesmo sintomas e fatores de risco. A presidente da CIPA, Jane Cassemiro, expõe a importância dessas ações realizadas para os colaboradores do Hospital. ‘’As ações da CIPA, em conjunto com a administração, vem para conscientizar e motivar os colaboradores tornando o ambiente de trabalho mais seguro e agradável, agregando conhecimento e valor.’’
A administração do hospital também reconhece o valor de humanizar, estimular e incentivar seu quadro interno, afim de conscientizar e valorizar a vida. ”O acesso à informação é um dos principais pilares da promoção da saúde. Capacitar os colaboradores sobre os potenciais riscos e maneiras de prevenção e detecção do câncer de mama é conceder a oportunidade das pessoas realizarem por completo seu potencial de saúde”, ressalta Raissa Rodrigues, gerente de projetos do HBJ.

A CONSCIENTIZAÇÃO DEVE ESTAR EM QUALQUER LUGAR

Além das ações realizadas internamente, o Hospital Bom Jesus, promoveu a entrega de um informativo com dados importantes da doença juntamente com o símbolo da luta contra o Câncer de Mama, o lacinho rosa, para todos os pacientes que estavam no hospital. O Bom Jesus valoriza o conhecimento sobre essa causa tão importante que previne a vida.
20-informativo

Outubro Rosa

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Uma forma de conscientizar e informar a população sobre uma das principais doenças que atinge as mulheres.

Se observe!

É fundamental que a mulher conheça seu próprio corpo e sempre esteja atenta a qualquer alteração suspeita na mama.
20-passo-a-passo
Mas fique ligada! A mamografia é o método mais indicado para rastreamento do câncer de mama e nada a substitui. Procure o médico e tire suas dúvidas.