Doenças associadas à gripe podem aumentar o risco de morte 18 dez 2017

 
A gripe é uma doença comum, de fácil contágio, que produz sintomas como tosse, espirros e congestão nasal. Estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que doenças respiratórias associadas à gripe sazonal matam até 650 mil pessoas por ano no mundo. O número representa um aumento nas estatísticas anteriores, em estudos realizados há mais de 10 anos, quando até 500 mil pessoas iam a óbito em decorrência da gripe.
A maioria dos óbitos atualmente ocorre em pessoas com mais de 75 anos. O risco de morte também aumenta quando há casos de pacientes com doenças cardiovasculares e diabetes.
De acordo com a OMS, muitos pacientes diabéticos vão a óbito em períodos de epidemia da gripe. Portanto, são de extrema importância as campanhas de vacinação contra a doença para pessoas diabéticas.
Ainda segundo a Organização, quando relacionada a doenças cardiovasculares, a condição respiratória pode desencadear complicações e desenvolver casos graves da doença. A ação inflamatória da gripe aumenta o risco de coágulos que bloqueiam a passagem do sangue, podendo desenvolver um infarto no paciente. A OMS salienta que por esse motivo, de acordo com várias entidades, o número de mortes nos próximos anos tendem a aumentar ainda mais.
A organização divulgou ainda, que quase todas as mortes relacionadas à gripe em crianças com menos de cinco anos ocorrem em países em desenvolvimento.

Confira dicas especiais que o Hospital Bom Jesus separou para você se prevenir contra a gripe!

  1. Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada. A não ser que exista indicação médica, não faça uso de vitaminas por conta própria.
  2. Mantenha uma hidratação intensa com bebidas saudáveis, como água, chás e sucos naturais.
  3. Pratique atividade física regularmente.
  4. Descanse e tenha boas noites de sono. Esse é um hábito que ajuda a fortalecer o sistema de defesa do seu organismo.
  5. Se você possui alguma doença, principalmente as que afetam o pulmão, coração e a diabetes, deve mantê-las controladas e com acompanhamento regular de um médico.
  6. Vacine-se! Cheque sua carteirinha de vacinação, que deve estar sempre em dia. Não deixe de comparecer ao posto de saúde para as vacinas da campanha contra a gripe.
  7. Ao observar os sintomas de gripe ou resfriado, procure um médico para que seja iniciado o tratamento adequado.
  8. Lave sempre as mãos! É a medida mais eficaz para evitar a transmissão de doenças como a gripe.
  9. Ao tossir ou espirrar, proteja a boca e o nariz.
  10. Evite ambientes fechados e aglomerações, muito comuns em dias frios. Deixe sua casa e seu ambiente de trabalho sempre arejado.

 
Ao observar qualquer sintoma, procure um médico. Cuidar da sua saúde é o melhor remédio!