O desafio da alimentação saudável nas férias escolares 18 jul 2017

Manter uma alimentação saudável para nós adultos é um grande desafio e para as crianças esse desafio é ainda maior. Nas férias escolares a tendência é comer mais, e muitas vezes, alimentos não nutritivos como doces e balas. É importante fazer um esforço para manter a alimentação balanceada e substituir o consumo de alimentos calóricos por alimentos de alto valor nutricional e baixa caloria. Uma sugestão é trocar os refrigerantes por sucos naturais.
Mas a quebra da rotina escolar não é sinônimo para proibir as crianças de comer sobremesas e guloseimas. O segredo está no controle. Chocolate e salgadinhos podem ser liberados em quantidade ponderada. “Não é necessário fazer regime alimentar em criança, porém é importante evitar industrializados e estimular a ingestão de alimentos in-natura.” Explica a nutricionista Claudia Melo, da Associação Hospitalar Bom Jesus.
Preservar um horário certo para as refeições e lanches, envolver a criança no preparo dos alimentos e sentar-se com ela a mesa para consumir a mesma comida também entra na lista de cuidados com a alimentação infantil, não só nas férias escolares. A nutricionista ressalta que, “há uma necessidade de estimular as crianças a uma alimentação saudável, evitando embutidos e industrializados e deixando a mostra as frutas, legumes e verduras. Sempre orientando sobre a importância da ingestão de vegetais e dar o exemplo.” Assim, você estará incentivando a criança a ingerir alimentos saudáveis de forma natural.