AHBJ alerta a população sobre a Febre Amarela 25 mar 2017

Congonhas entrou para a lista de municípios com rumores de epizootias (doença que ocorre em uma população animal) de primatas não humanos por febre amarela. O caso está em investigação na Secretaria de Estado de Saúde (SES).
Em 2017, até o momento (21/03), já foram notificados 1.124 casos de Febre Amarela. Desses, 157 foram descartados e 347 confirmados. Em relação aos óbitos, foram notificados 195 óbitos, dos quais, 123 foram confirmados para Febre Amarela. Em Congonhas há somente um caso em investigação.

A doença

A febre amarela silvestre é transmitida através da picada de mosquitos Haemagogus e Sabethes, que vivem em matas e vegetações à beira dos rios. Quando o mosquito pica um macaco doente, torna-se capaz de transmitir o vírus a outros macacos e ao homem.

Sintomas

Os gestores do Hospital Bom Jesus (HBJ) alertam sobre os sintomas da febre amarela: na fase inicial a pessoa apresenta febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maioria melhora após estes sintomas iniciais.
No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia, hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20-50% das pessoas que desenvolvem doença grave podem morrer.

Como evitar

A única forma de evitar é a vacina, que se encontra disponível durante todo o ano nas unidades de saúde de forma gratuita e deve ser administrada pelo menos 10 dias antes do deslocamento para áreas de risco. A vacina pode ser administrada após seis meses de idade e é válida por dez anos.
Em Congonhas, a vacinação está sendo feita de segunda a sexta, das 7h30 às 15h30 nas Unidades Básicas de Saúdes (UBS), mediante apresentação do cartão de vacinas, documento de identificação e cartão SUS. O horário de vacinação é estendido até as 18h30 uma vez por semana. A população deve procurar na UBS do seu bairro qual é esse dia.
O número de pessoas vacinadas contra a febre amarela em Congonhas é de 12.192, desde janeiro até março. A rede municipal de saúde recebeu um reforço de vacinas para atender a população.